O TREINAMENTO NR-35 – TRABALHO EM ALTURA é uma capacitação de empregados sobre as técnicas do trabalho em altura, a fim de que os mesmos realizem com precaução serviços na medida de 02 m (dois metros) acima e abaixo do nível do solo e estejam habilitados a identificar as exigências normativas da segurança do trabalho, a reconhecer os riscos de acidentes e a realizar os procedimentos preventivos necessários, visando a garantir a segurança pessoal e coletiva nesses trabalhos em altura. É exigido para as organizações pela Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia. As empresas e instituições são obrigadas a realizar o treinamento de trabalho em altura para seus empregados.

O treinamento desse trabalho em altura é um treino de formação em trabalho em altura para os trabalhadores atuarem na prevenção de acidentes de trabalho provocados por esse tipo de trabalho.

É considerado TRABALHO EM ALTURA NR 35 toda atividade executada 02 m (dois metros) acima ou abaixo do solo, onde haja risco de queda. Esse trabalho exige requisitos mínimos e medidas de proteção, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança, a integridade física e a saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade.

A NR-35 determina que, no planejamento do trabalho em altura, devem ser adotadas medidas que sigam a hierarquia da prevenção, assim definidas:

  • medidas para evitar o trabalho em altura, sempre que existir meio alternativo de execução;
  • medidas que eliminem o risco de queda dos trabalhadores, na impossibilidade de execução do trabalho de outra forma;
  • medidas que minimizem as consequências da queda, quando este risco não puder ser eliminado.

Segundo a NR-35 a responsabilidade da empresa em relação aos trabalhos em altura realizados em seus ambientes inclui:

  • garantir a implementação das medidas de proteção estabelecidas na Norma;
  • assegurar a realização da Análise de Risco – AR e, quando aplicável, a emissão da Permissão de Trabalho – PT;
  • desenvolver procedimento operacional para as atividades rotineiras de trabalho em altura;
  • assegurar a realização de avaliação prévia das condições no local do trabalho em altura, pelo estudo, planejamento e implementação das ações e das medidas complementares de segurança aplicáveis;
  • adotar as providências necessárias para acompanhar o cumprimento das medidas de proteção estabelecidas nesta Norma pelas empresas contratadas;
  • garantir aos trabalhadores informações atualizadas sobre os riscos e as medidas de controle;
  • garantir que qualquer trabalho em altura só se inicie depois de adotadas as medidas de proteção definidas nesta Norma;
  • assegurar a suspensão dos trabalhos em altura quando verificar situação ou condição de risco não prevista, cuja eliminação ou neutralização imediata não seja possível;
  • estabelecer uma sistemática de autorização dos trabalhadores para trabalho em altura;
  • assegurar que todo trabalho em altura seja realizado sob supervisão, cuja forma será definida pela análise de riscos de acordo com as peculiaridades da atividade;
  • assegurar a organização e o arquivamento da documentação prevista nesta Norma
O treinamento permite que o trabalhador reconheça os riscos, identificando as exigências normativas referentes à segurança nos trabalhos em altura e estabelecendo os procedimentos necessários, visando à garantia da segurança pessoal e coletiva. Além disso, atende o disposto na Norma Regulamentadora NR-35, da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia.

O treinamento do TRABALHO EM ALTURA NR 35 deve ser teórico e prático, com carga horária mínima de oito horas e incluir em seu programa:

  • normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura;
  • análise de Risco e condições impeditivas;
  • riscos potenciais inerentes ao trabalho em altura e medidas de prevenção e controle;
  • sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva;
  • equipamentos de Proteção Individual para trabalho em altura: seleção, inspeção, conservação e limitação de uso;
  • acidentes típicos em trabalhos em altura;
  • condutas em situações de emergência, incluindo noções de técnicas de resgate e de primeiros socorros.

Os órgãos que fiscalizam a realização do Treinamento de Trabalho em Altura da NR-35no Brasil, são a Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia e o Ministério Público do Trabalho.

A legislação que regulamenta esse trabalhoé a NR-35 da Portaria 3214/78 atualizada pela Portaria SIT n.º 313/2012.A MULTILIFE realiza Treinamento de NR-35 de Trabalho em Altura, com Profissionais capacitados e legalmente habilitados, para empresas de Brasília e demais Estados.​​Os instrutores têm proficiência, com formação de bombeiro militar, sob a supervisão de profissional de segurança do trabalho. O treinamento é teórico e prático, sendo que o prático é ministrado no Centro de Treinamento Externo da MultiLife.
Fontes:
Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia – https://www.gov.br/trabalho/pt-br
Norma Regulamentadora NR-35 da Portaria 3214/78, atualizada pela Portaria SIT n.º 313/2012 do Ministério do Trabalho e Emprego – https://sit.trabalho.gov.br/portal/index.php/ctpp-nrs/nr-7?view=default

Antônio R. Negrão Costa
Médico Especialista em Medicina do Trabalho CRM-DF 6528
Diretor Médico e de SST da Clínica MULTILIFE